Sexta-feira, 15 de Julho de 2011

Sidónio Pais vai ter Museu na casa onde nasceu

A Câmara de Caminha vai apoiar a criação de um polo do Museu da Presidência a instalar na Casa Sidónio Pais, antiga residência do quarto presidente da República portuguesa, ali nascido em 1872, anunciou o município.

«Temos a casa comprada, os estudos e escavações feitos, o título do terreno e os protocolos prontos. Basta abrir uma linha de financiamento para podermos avançar com a candidatura para as obras», explicou à Lusa fonte do município de Caminha.

No sábado, o presidente da República, Cavaco Silva, visita o município e assiste à assinatura do protocolo entre a Câmara de Caminha e o Museu da Presidência para a criação do polo do Museu da Presidência na Casa Sidónio Pais, edifício atualmente em ruínas, entretanto adquirido pela autarquia.

Fonte: Diário Digital / Lusa

publicado por mhp às 12:40
link do post | comentar | favorito
Domingo, 10 de Julho de 2011

Museos.es – uma edição do Ministério da Cultura Espanhol

 

 

 

 

Já se encontra disponível online, o novo nº da publicação Museo.es, uma edição do Ministério da Cultura Espanhol sobre o panorama museológico espanhol e também internacional.

 

Consulte os vários números em: http://www.mcu.es/museos/MC/MES/index.html

publicado por mhp às 14:46
link do post | comentar | favorito

Museu Virtual do Porto de Setúbal

 

Para mais informações:
http://www.portodesetubal.pt/museu/

 

 

publicado por mhp às 10:01
link do post | comentar | favorito

Revista “Amigos de los Museos” – nº 32 disponível online

 

 

 

 

 

Pode ser consultada em:http://www.feam.es/PDFs/Revista/32/index.html

publicado por mhp às 09:51
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 26 de Maio de 2011

Exposição: Dois Séculos: Instrumentos Científicos na História da Universidade do Porto

 

 

 

São objectos ligados às mais variadas áreas do saber científico, alguns com mais de 200 anos de vida, e passaram pelas mãos de nomes incontornáveis da Ciência nacional. A partir do próximo dia 18 de Maio, é através deles que seremos encaminhados ao longo de “Dois Séculos: Instrumentos Científicos na História da Universidade do Porto”, título da exposição que a U.Porto leva ao Museu Nacional Soares dos Reis (MNSR), no âmbito das comemorações do Centenário.


A inauguração de “Dois Séculos: Instrumentos Científicos na História da Universidade do Porto” está marcada para as 11h30 do dia 18 de Maio (Dia Internacional dos Museus), e contará com a presença do comissário da exposição, Luís Miguel Bernardo, da directora doMNSR, Maria João Vasconcelos, e de Luís Valente de Oliveira, Presidente das Comemorações do Centenário. Logo após a inauguração, a exposição será um dos pontos de passagem de um Pedipaper preparado para um público alvo dos 7 aos 12 anos, com a colaboração do Museu da Ciência e da Faculdade de Engenharia da U.Porto, e do programa Ciência Viva. A participação exige inscrição prévia através do telefone 223 393 770 ou do e-mail mnsr@imc-ip.pt


Depois deste momento inaugural, a mostra estará patente até dia 30 de Outubro, de terça-feira a domingo, na sala de exposições temporárias do Museu Nacional Soares dos Reis.

 

 

publicado por mhp às 10:21
link do post | comentar | favorito

Exposição “Romanitas – a romanização dos usps e costumes da Lusitânia”

No âmbito da comemoração do Dia Internacional dos Museus, o Museu Monográfico de Conimbriga promove uma exposição temporária no Centro Comercial CoimbraShopping, intitulada ROMANITAS – A romanização dos usos e costumes da Lusitânia (Uma exposição de réplicas de objectos notáveis de Conímbriga).

 

A mesma irá estar patente ao público até dia 26 de Junho de 2011, podendo ser visitada, todos os dias, das 10h00 às 22h00.

publicado por mhp às 10:09
link do post | comentar | favorito

III SEMINÁRIO DE INVESTIGAÇÃO EM MUSEOLOGIA DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA E ESPANHOLA

 

 

Publico aqui uma mensagem deixada pela Profª Alice Semedo.

 

 

 

Caros amigos e colegas,

 

Uma mensagem muito breve só para vos lembrar que encerra já no final do mês o Call for papers do III Seminário de Investigação em Museologia que este ano decorre em Madrid e que está a ser organizado pela Universidade Autónoma de Madrid (27-29 de Outubro).

 

Podem encontrar toda a informação na 1ª página da rede! 

 

Um grande abraço a todos,

 

da alice

 

publicado por mhp às 09:58
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 3 de Maio de 2011

O imbróglio dos Museus Nacionais…por Augusto Seabra

” A rede de museus nacionais está sobredimensionada. Tentar parcerias com outras entidades, como as câmaras, ou transferir para a tutela daquelas alguns museus, certamente que sim; transferir as tutelas para as direcções regionais é uma falsa solução, pois são apenas extensões do Estado central."


A gratuitidade é uma das questões mais complexas e sensíveis das artes e do sector cultural – e como tal merece uma reflexão autónoma. Fixemo-nos então por agora nalguns pontos.
O mais sensível e difundido é o que a era digital veio possibilitar com os downloads – “pirataria” se lhe chama também. É como que uma “utopia libertária”, se não tivesse um efeito assaz perverso: afectou gravemente não só as grandes multinacionais dos sectores do disco e do cinema como os próprios direitos dos autores e intérpretes. (…)

publicado por mhp às 00:27
link do post | comentar | favorito

III Encuentro latinoamericano de bibliotecarios, archivistas y museólogos

 

 

O II Encontro Latino-americano de Bibliotecários, Arquivistas e Museólogos (Ebam) será realizado em La Paz, na Bolívia, de 14 a 16 de setembro.

 

Para mais informações: http://ebam.gesbi.com.ar/

 

 

publicado por mhp às 00:21
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 25 de Abril de 2011

Seminário: "Redes de Museus" 20-21 de Maio em Vila Nova de Famalicão

 

 


A cidade de Vila Nova de Famalicão vai receber, nos próximos dias 20 e 21 de Maio, um seminário sobre redes de museus, que contará com a presença dos melhores especialistas nacionais do sector. O programa, que será divulgado oportunamente, está em fase de conclusão, sabendo-se, desde já, que o encontro, organizado pelo pelouro da Cultura da Câmara Municipal de Famalicão, terá lugar na Casa das Artes e contará a colaboração da Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

 

Intitulado “Redes de Museus – Território. Identidade. Património”, o seminário contará com um painel diversificado de especialistas, com destaque para os responsáveis pela Rede Portuguesa de Museus, João Carlos Brigola e Clara Camacho. Destaque ainda para a presença do programador da Capital Europeia de Cultura de 2012 em Guimarães, João Serra, para além de vários académicos, técnicos de museologia e coordenadores científicos de museus.

 

Neste âmbito, os museus da rede museológica de Vila Nova de Famalicão, cujo funcionamento em rede está em fase de implementação, vão também ser objecto de debate, estando prevista a apresentação de um plano de acção para os próximos anos.

 

Os coordenadores dos museus de Vila Nova de Famalicão (Casa-Museu de Camilo, Museu do Surrealismo, Museu Bernardino Machado, todos pertencentes à rede portuguesa de museus, sem esquecer os museus da Indústria Têxtil da Bacia do Ave, os núcleos ferroviários de Lousado e Nine e os museus de Arte Sacra da Lapa e de Antas e o da Cerâmica de Bairro) falarão das suas unidades e dos seus projectos para integrar esta rede.

 

A par das experiências no terreno, os especialistas e técnicos da área, entre os quais Armando Coelho, director dos cursos de mestrado e doutoramento da Universidade do Porto, e o designer Francisco Providência, apresentarão os conhecimentos teóricos mais recentes da museografia contemporânea. O programa detalhado será apresentado oportunamente.



 

Seminário REDE DE MUSEUS
Casa das Artes - 20 e 21 Maio

Organização
Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Pelouro da Cultura e Turismo
Universidade do Porto, Departamento de Ciências e Técnicas do Património da Faculdade de Letras  

Contactos
E-mail: geral@patrimoniodefamalicao.org
Telefone: 252 320 954


PROGRAMAÇÃO DO SEMINÁRIO

DIA 20 (SEXTA-FEIRA)


09h30 Sessão de abertura
Arq. Armindo Costa, Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão
Prof. Doutor Armando Coelho, Director do Departamento de Ciências e Técnicas do Património, da Faculdade de Letras da Universidade do Porto
Arqª. Paula Silva, Directora Regional de Cultura do Norte 

10h00 O Castro das Eiras e a Rede de Castros do Noroeste Peninsular” 
Prof. Doutor Armando Coelho, Coordenador Científico do Gabinete de Arqueologia da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão 
Dr. Paulo Costa Pinto, Doutorando de Museologia, Membro da Comissão Coordenadora da Rede de Castros do Noroeste, Investigador do CITCEM

Intervalo

11h00 O Programa Museológico dos Núcleos da Fundação Museu Nacional Ferroviário: o caso de Lousado e Nine
Prof. Doutor Jorge Custódio, Director do Museu Nacional Ferroviário 

11h30 O Museu da Indústria Têxtil da Bacia do Ave: um museu para um território” 
Prof. Doutor José Manuel Lopes Cordeiro, Coordenador Científico do Museu da Industria Têxtil da Bacia do Ave.

12h00 O Museu da Guerra Colonial – Arquivo de Memória Histórica
Dr. José Manuel Lages, Director Científico do Museu da Guerra Colonial 

12h00“O Museu da Guerra Colonial e os Museus Militares
Drª Mariana Jacob, Mestranda em Museologia, Faculdade de Letras da Universidade do Porto


12h30 Debate

Intervalo para almoço

14h30 “O Centro de Estudos do Surrealismo e a Rede de Centros de Arte Contemporânea
Dr. António Gonçalves, Director Artístico da Fundação Cupertino de Miranda

15h00 “Museus de Arte Religiosa – para que servem?” 
Dr. A. Martins Vieira, Coordenador Científico dos Museus de Arte Sacra da Lapa e de Antas

15h00 “Museus de Arte Sacra e o Turismo Religioso.”
Dr. Varico Pereira, Licenciado e Mestre em Turismo, Universidade de Trás-os-Montes, Director-Técnico da Turel

15h30 O Museu de Cerâmica da Fundação Castro Alves – Escola / Oficina
Dr. Manuel Boaventura, Presidente do Conselho de Administração da Fundação Castro Alves
Manuela Granja, Administradora e Coordenadora do Museu de Cerâmica da Fundação Castro Alves

Intervalo
    
16h30 As Casas de Camilo e de Rosalia: embrião de uma associação europeia de casas de escritor?” 
Dr. José Manuel Oliveira, Coordenador Técnico do Centro de Estudos Camilianos

17h00 A importância que espaços e pessoas tiveram na criação de obras de Camilo Castelo Branco – bases para um Itinerário Camiliano
Drª Fátima Castro, Investigadora

17h30 O Museu Bernardino Machado e a sua Inter-nacionalização” 
Prof. Doutor Norberto Cunha, Coordenador Científico do Museu Bernardino Machado

18h00 Debate 


DIA 21 (SÁBADO)

09h30 Gestão Integrada do Património Cultural no Concelho de Vila Nova de Famalicão – O caso prático da Freguesia de Gondifelos
Dr. Nelson Pereira, Técnico Superior da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão 
Dr. Paulo Correia, Mestrando em História e Património - Faculdade de Letras da Universidade do Porto

10h00 Exposições e Comunicação em Museus” 
Arq. Inês Moreira, Prof. Universidade do Porto

10h30  Conservação e Museus
Dr. Carlos Mota, Conservador do Museu do Douro

Intervalo

11h15 Museografia e Designer
Dr. Francisco Providência, Designer

11h45 Debate

Intervalo para almoço

14h30 Instituto dos Museus e da Conservação IMC
Dr. João Carlos Brigola,  Presidente do IMC
Drª Isabel Victor, Directora do Departamento dos Museus do IMC

15h15 Redes de Museus: Aspectos organizativos” 
Drª Clara Camacho, Doutoranda em Museologia

15h45 “A Rede de Museus do Algarve” 
Dr. Jorge Queirós, Director do Departamento de Cultura da Câmara Municipal de Tavira

Intervalo

16h30 Museus de Famalicão – Rede Museológica Municipal
Dr. Artur Sá da Costa, Coordenador do Projecto - Rede Museológica Municipal 

16h45 “Um guia para a rede museológica municipal – O caso de Peniche
Prof. Doutor João Serra, Professor Coordenador do Instituto Politécnico de Leiria e Administrador (com o pelouro da Programação) de Guimarães 2012, Capital Europeia da Cultura 

17h15 Debate

18h00 Sessão de encerramento
Dr. Paulo Cunha, Vereador da Cultura e Turismo

 

 

publicado por mhp às 11:14
link do post | comentar | favorito

Exposição de Olaria – Séculos XIX e XX

O Museu da Cerâmica apresenta  Exposição de Olaria dos séculos XIX e XX. Trata-se de uma mostra que reúne um conjunto de mais de 60 peças de olaria da região das Caldas da Rainha e de outros centros oleiros do País, nomeadamente Mafra, Barcelos, Nisa, Estremoz e Molelos.
A exposição ficará patente ao público até 31 de Maio de 2011, no horário habitual do Museu da Cerâmica, nas Caldas da Rainha, das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h00, de 3ª Feira a Domingo até 31 de Maio de 2011.
publicado por mhp às 11:09
link do post | comentar | favorito
Sábado, 9 de Abril de 2011

Breves Notícias

Conferência InterRegional debate preservação do artesanato e património cultural europeu

 

O Município de Alcobaça recebe, nos dias 6 e 7 de Abril, a 2.ª Conferência InterRegional do Projecto de Cooperação do Fundo de Desenvolvimento Europeu, apresentando o programa CeRamICa Plus, composto por um Ciclo de Conferências e pela Exposição “Cerâmica em Alcobaça: 1875 até ao Presente”, que estará patente ao público até 6 de Maio, na Galeria de Exposições temporárias do Mosteiro de Alcobaça. O grande objectivo desta conferência passa pela preservação do artesanato e do património cultural Europeu. O debate público foca-se em temáticas como as melhores práticas nos campos da cooperação, clustering, design, marketing e inovação, bem como da educação e da formação.

 

 

Monumentos do IGESPAR comemoram Dia Internacional dos Monumentos e Sítios

 

O IGESPAR promove um conjunto de actividades a decorrer nos seus monumentos, no âmbito das comemorações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios.

Consulte o programa em :http://www.igespar.pt/pt/news/9/1976/

 

 

Ministério da Cultura nega redução de entradas gratuitas em museus e palácios ao domingo

 

A redução das entradas gratuitas nos museus e nos palácios a um domingo por mês não passa de uma proposta do Instituto dos Museus e da Conservação (IMC) que nunca foi discutida pela ministra da Cultura.

 

“O Ministério da Cultura refuta qualquer intenção de alterar a política de entradas livres aos visitantes dos museus portugueses”, garantiu hoje o ministério de Gabriela Canavilhas num comunicado enviado ao fim da tarde para a Lusa.


Canavilhas refutou, assim, as declarações feitas esta terça-feira pelo director do IMC, João Brigola, que dizia estar a ser discutida a possibilidade de alterar o actual esquema de gratuitidade nos 34 museus e palácios que tutela – actualmente a entrada aos domingos é livre – já a partir de Junho.


Foi num encontro no Palácio Nacional de Queluz, em que foram apresentadas as estatísticas de visitantes de museus e palácios, que Brigola defendeu a limitação das entradas grátis a um domingo por mês e a alteração do plano de descontos de que usufruem alguns profissionais.


“Na situação em que estamos, o país não se pode dar ao luxo de ter níveis tão elevados de gratuitidade”, disse Brigola na terça-feira, sublinhando que 61 por cento dos visitantes de museus e palácios não pagaram entrada em 2010.


Hoje, o director do IMC voltou a afirmar ao PÚBLICO por telefone a “necessidade absoluta” de aumentar as receitas e classificou o comunicado do Ministério da Cultura (MC) como um “esclarecimento”: “Não é, de todo, um desmentido. Eu nunca disse que a decisão estava tomada, disse apenas que a diminuição estava a ser debatida.”


No comunicado, no entanto, é dito que “o assunto nunca foi discutido” com Canavilhas. Brigola acrescenta: “O debate tem acontecido no âmbito da secretaria de Estado, a tutela directa do instituto de museus. A ministra da Cultura não participou dele.”

 

Fonte: Público, 06/04/2011

 

 

 

publicado por mhp às 09:00
link do post | comentar | favorito

Protocolo FCT/IMC

Caros investigadores,

Dado o interesse que o Protocolo FCT/IMC recentemente assinado poderá  ter para a sua Unidade de Investigação, informo que o texto do mesmo se encontra em:


http://alfa.fct.mctes.pt/apoios/protocolos/imc/2011/

De realçar a inclusão de uma nova área no próximo Concurso Geral de Bolsas, sob a designação "Museologia, Conservação e Restauro", onde se incluem a Museografia, a História, a História da Arte, a História de  Colecções e Museus e as Ciências Documentais, destinada a candidaturas para bolsas de doutoramento e pós-doutoramento. Nesta área só serão aceites candidaturas cujos projectos de doutoramento ou pós-doutoramento constituam investigação aplicada em contexto museológico, cujo objecto de estudo se centre numa unidade museológica da Rede Portuguesa de Museus ou nos serviços centrais do Instituto de Museus e Conservação.


Deste modo, para além do orientador ou responsável científico,pertencente a uma instituição do Ensino Superior ou a uma Unidade de
Investigação, é obrigatório indicar um co-orientador pertencente à unidade museológica na qual será desenvolvido o trabalho de investigação.


Com os meus melhores cumprimentos,

Francisco Sepúlveda Teixeira
(Vogal do CD da FCT)

publicado por mhp às 08:55
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 7 de Abril de 2011

Curso de formação na área da Museologia: ferramentas para a gestão e conservação de colecções

A Akanto – Diseño y Gestión de Museos promove de 2 de Maio a 16 de Julho o curso Museologia: ferramentas para a gestão e conservação de colecções.


O curso com duração de 120 horas, realiza-se em sistema de e-learning através de uma plataforma online permitindo uma flexibilidade de trabalho e de horários e um acompanhamento individualizado dos inscritos. Está organizado em quatro módulos: Introdução à Museologia, Colecções, Exposição e Planificação conforme programa em anexo: Curso%20Museologia.pdf

A Akanto – diseño y gestión de museos é uma empresa que desenvolve actividade na concepção e desenvolvimento de projectos culturais e patrimoniais, nomeadamente projectos integrais de musealização, concepção, produção e avaliação de exposições, estudos de visitantes, estudos de conservação preventiva e formação na área da cultura.


http://www.akanto.es

publicado por mhp às 19:27
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 6 de Abril de 2011

IMC quer reduzir entradas gratuitas nos museus e palácios a um domingo por mês

O número de entradas gratuitas nos museus e palácios nacionais - 61 por cento - é "claramente exagerado" e o Instituto dos Museus e da Conservação (IMC) está a preparar medidas para o reduzir, se possível já a partir do Verão, disse ontem ao PÚBLICO João Brigola, director do IMC. 

A ideia, explicou Brigola, será reduzir as entradas gratuitas a um domingo por mês e não todos os domingos, como acontece actualmente. A aplicar-se esta medida (e com uma "pequena actualização" dos preços, que também está a ser estudada), e se o número de visitantes se mantiver, o IMC conseguiria aumentar a sua receita em cerca de 800 mil euros anuais. "Na situação em que estamos, o país não se pode dar ao luxo de ter níveis tão elevados de gratuitidade", diz o director do IMC. 

Em 2010 já tinha havido uma ligeira redução das entradas gratuitas, com algumas categorias de visitantes a perderem esse direito - os professores, por exemplo, e os jovens com mais de 15 anos, que deixaram de beneficiar do desconto de 50 por cento. 

Menos visitantes

Essa poderá, aliás, ser uma explicação para a queda - ainda que ligeira - do número de visitantes dos museus e palácios geridos pelo IMC. Estes perderam, entre 2009 e 2010, 13.620 visitantes (0,5 por cento do total), segundo dados apresentados ontem, no Palácio de Queluz, por Nuno Fradique Gonçalves, da Divisão de Documentação e Divulgação do IMC. 

Brigola não receia que a diminuição das entradas gratuitas que está a ser pensada - "ainda não está decidida", sublinhou - afecte de forma dramática o número de visitantes, sublinhando que a queda de 2009 para 2010 foi muito ligeira e que mesmo que se verifique nova diminuição, "o que daí resulta [em termos de receita] é sempre um ganho". 

Dos 61 por cento de visitantes que entram gratuitamente, 24 por cento entram no regime de entrada livre, 16 por cento aproveitam a gratuitidade aos domingos e feriados, outros 16 por cento estão integrados em visitas escolares, e três por cento são jovens com menos de 14 anos. Dos restantes 39 por cento, que pagam, há ainda um grupo de 12 por cento que, por diversas razões, beneficia de descontos. 

Outra conclusão apresentada por Nuno Fradique é a de que são sobretudo os portugueses os que mais aproveitam a possibilidade de visitar museus e palácios gratuitamente, e são maioritariamente os estrangeiros a pagar bilhete.

 

Fonte: Jornal "o Publico" de 06.04.2011

publicado por mhp às 19:02
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 5 de Abril de 2011

Conferência “Museologia, Imagens e Património: compreensão, conservação e partilha”

O Departamento de Ciências Sociais tem o prazer de vos convidar para a conferência “Museologia, Imagens e Património: compreensão, conservação e partilha” pelo Dr. José Pessoa a realizar, sexta-feira dia 8 de Abril às 11.00 h no Auditório da ESEB.

publicado por mhp às 19:03
link do post | comentar | favorito
Domingo, 3 de Abril de 2011

Ciclo de iniciativas “Fragmentos| Lugar Memória Caminho”

 

 

Sob o título Fragmentos| Lugar Memória Caminho, a Direção Regional de Cultura do Centro propõe um ciclo de iniciativas que abrange aspetos de política museológica e questões relativas ao Património Imaterial, sem esquecer os momentos comemorativos do Dia Internacional de Monumentos e Sítios e o Dia Internacional dos Museus.

 

 

NB - VEJAM O PROGRAMA DETALHADO. O link encontra-se na parte final.


Programa:


2 Abril | Colóquio “Preservar para fruir”
Local: Auditório da Universidade da Beira Interior, Covilhão


13 Abril | Seminário “Redes Regionais de Museus”
Local: Auditório da Fundação Bissaya Barreto


16 a 18 Abril | Água, Vida e Morte. Dia Internacional dos Monumentos e Sítios
16 Abril | Linha do Mondego

Local: Auditório do Mosteiro de Santa Clara a Velha
18 Abril: Visitas Guiadas


3 a 6 Maio | Olhares sobre o Imaterial
3 Maio | Apresentação do Mapa Etno-Musical
Local: Auditório do Conservatório de Música de Coimbra


4 e 5 Maio | Documentários do Imaterial
Local: Auditório do Mosteiro de Santa Clara a Velha


6 Maio | Documentários do Imaterial
Local: Auditório da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro

 

18 Maio | Colóquio “Museus: um exemplo”
Local: Auditório do Mosteiro de Santa Clara a Velha

 

18 e 20 Maio | Encontro “Museus do Centro”
Local: Auditório da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro

 

Programa Detalhado - Link : http://www.ciclofragmentos.com/

 

 

 

 


 


 

 

publicado por mhp às 11:12
link do post | comentar | favorito
Sábado, 19 de Março de 2011

Nove museus passam para as direcções regionais do Ministério da Cultura

As alterações no Ministério da Cultura, com um terço dos museus a passarem do Instituto dos Museus e da Conservação (IMC) para as direcções regionais de Cultura, estão a causar grande desconforto entre os profissionais do sector.


Os arqueólogos, que deverão ter as suas extensões do Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico (Igespar) sob a alçada das mesmas entidades, também não estão satisfeitos. Em causa está, sobretudo, a forma como o processo foi conduzido pelo Ministério da Cultura (MC), que acusam de não promover o debate.


O IMC – hoje com 29 museus e cinco palácios nacionais – vai afectar nove dos seus museus às direcções regionais: o Museu da Cerâmica (Caldas da Rainha), o de Arte Popular (Lisboa) e o Dr. Joaquim Manso (Nazaré) passarão a responder à Direcção Regional de Cultura de Lisboa e Vale do Tejo; o Museu da Guarda e o Francisco Tavares Proença Júnior (Castelo Branco) reportarão à do Centro; o Museu da Terra de Miranda (Miranda do Douro), o Abade de Baçal (Bragança) e o dos Biscainhos (Braga) à do Norte; e o Museu da Música, que actualmente é em Lisboa mas deverá ser instalado no Convento de São Bento de Cástris, em Évora, ficará ligado à do Alentejo. A Casa-Museu Anastácio Gonçalves será transformada num pólo do Museu do Chiado e o Museu de Etnologia do Porto, fechado desde 1992, deverá ser extinto.


“A tutela destes museus continua a ser o Ministério da Cultura”, explicou ontem ao PÚBLICO o director do IMC, João Brigola, acrescentando que a nova orgânica não se traduz num ganho económico – “o ministério não vai poupar dinheiro” – mas organizativo. “Permite que nos concentremos nos museus mais significativos”, disse.


As propostas das novas orgânicas do MC já foram entregues à Secretaria de Estado da Administração Pública. Agora é só esperar pelo fim do mês, segundo Brigola, que responde assim às críticas de falta de debate de vários profissionais de museus que preferiram o anonimato: “É falso que não tenha havido debate. Falei com todos os directores envolvidos. Esta reorganização está a ser debatida há anos, não nasceu com a minha direcção. Só que eu decidi fazer dela um eixo estratégico”.


Raquel Henriques da Silva, ex-directora dos Museus e representante das universidades na secção de museus do Conselho Nacional de Cultura, escreveu esta semana a Brigola pedindo uma reunião para debater estas mudanças. Contactada pelo PÚBLICO, Henriques da Silva não quis fazer mais comentários até receber uma resposta do IMC. Brigola, que chegou ao instituto em Novembro de 2009, diz que não reuniu o conselho porque estas transições não são da sua competência: “Só somos obrigados a pedir um parecer quando se trata de museus nacionais”.


Também numa carta enviada à ministra da Cultura, a Associação dos Arqueólogos Portugueses diz que a entrega da actividade arqueológica às direcções regionais demonstra que o MC está disposto a abdicar da sua “responsabilidade na definição de uma política coerente de gestão do património arqueológico”.

 

Caso seja aprovada, a nova orgânica dos Museus entrará em vigor a 1 de Janeiro do próximo ano.

 

Fonte: Público, 17/03/2010

publicado por mhp às 01:00
link do post | comentar | favorito
Domingo, 6 de Março de 2011

Câmara do Porto tenta pôr em marcha projecto do Museu do Carro Antigo

A Câmara do Porto está empenhada em instalar, neste concelho, o Museu do Carro Antigo com “elevada qualidade”. Para isso, a empresa municipal GOP – Gestão de Obras Públicas já investiu 45 mil euros na elaboração de um estudo prévio de arquitectura para o espaço. Mas ainda não há garantias para a sua concretização.


Foi já em Julho do ano passado que a GOP contratou uma empresa para, em pouco mais de um mês, realizar o estudo prévio de arquitectura para um museu dedicado aos automóveis históricos. Contudo, sete meses depois, o projecto parece não ter passado dessa primeira fase.

 

NB - Ainda bem que o Presidente da Câmara Municipal do Porto não é apreciador de barbies, senão tinhamos que levar com um museu dedicado a essa mitica boneca...

publicado por mhp às 12:04
link do post | comentar | favorito
Sábado, 26 de Fevereiro de 2011

Conferência: "Património Imaterial. O Papel dos Museus"

 

Dando continuidade ao ciclo de conversas “Primeiras Segundas – conversas leves, temas de peso”, no dia 07 de Março pelas 21h30 contaremos com a presença da convidada Carla Queirós do Instituto dos Museus e da Conservação para abordar a temática“Património Imaterial: o papel dos Museus”. Desenvolvida pelo Núcleo de Museu Municipal e Património Cultural da Autarquia, esta actividade visa, em ambiente informal, problematizar uma série de temas relacionados com a museologia e o património cultural.

 

Local: Auditório Virgílio Arruda na Biblioteca Municipal de Santarém.

 

publicado por mhp às 11:45
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 23 de Fevereiro de 2011

Museu da Baleia

O Museu da Baleia irá abrir portas no próximo Verão. A data é estimada pelo secretário regional do Equipamento Social, Luís Santos Costa que esta manhã visitou as obras de requalificação urbana da Praça do Caniçal. O governante assegurou igualmente que em termos de equipamentos a realizar sob tutela do Governo Regional ainda durante este mandato está previsto a concretização de três novas infra-estruturas: uma estrada do centro da vila ao sítio da Palmeira, um estacionamento automóvel e ainda a sede social do Caniçal, numa valência anexa ao Museu da Baleia.

 

publicado por mhp às 16:02
link do post | comentar | favorito
Domingo, 20 de Fevereiro de 2011

Boletim nº 38 de "Museus em Rede" já se encontra disponível on-line

Já se encontra disponível o Boletim nº 38 da RPM.

 

Para o consultarem, basta clicarem nos seguintes links:


Boletim RPM nº 38 (pdf, 1.17 MB) |  Destacável (pdf. 115 KB)

publicado por mhp às 11:12
link do post | comentar | favorito

IX Jornadas do ICOM Portugal

Já se encontra disponível, na página do ICOM-Portugal, informação sobre as IX Jornadas, que se realizarão no dia 28 de Março, no Museu das Comunicações, em Lisboa. As IX Jornadas são dedicadas ao tema ‘Museus e Memória’, que é também o tema do Dia Internacional dos Museus deste ano, e contam com a presença de Joaquim Paes de Brito,Dóris SantosMaria José SantosJosé Alberto RibeiroJack Lomaan.


As inscrições também já estão abertas e fazem-se, como habitulmente, através do emailinfo@icom-portugal.org.

 

Para mais informações:
http://www.icom-portugal.org/

 

publicado por mhp às 11:09
link do post | comentar | favorito

III Seminário de Museologia dos Países de Língua Portuguesa e Castelhana

O III SEMINÁRIO DE INVESTIGAÇÃO EM MUSEOLOGIA DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA E ESPANHOLA terá lugar este ano a 20, 21 e 22 de Outubro em Madrid com organização da Universidad Autónoma de Madrid.

 

Para quem desejar fazer uma apresentação, em princípio o Call for papers sairá em Abril e estará aberto durante um mês.

 

publicado por mhp às 11:05
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 15 de Fevereiro de 2011

Site: ICOM - Portugal

Foi publicado na secção de links sobre INSTITUIÇÕES a hiperligação para a Comissão Nacional Portugal do ICOM (Conselho Internacional de Museus). Além de imensa informação sobre Museus (Notícias, Conferências, Colóquios, Encontros...), nesse site encontram uma revista em PDF que pode ser muito útil para quem se debruça sobre a área museológica.

 

Podem consultar o site do ICOM - Portugal em:

 

http://www.icom-portugal.org/

 

publicado por mhp às 11:39
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 11 de Fevereiro de 2011

Materiais e Técnicas de Pintores do Norte de Portugal

 

11 de Fevereiro, às 18.30h, no Campus da Foz da Universidade Católica.

 

O projecto em causa, Materiais e Técnicas de Pintores do Norte de Portugal, está a ser desenvolvido pela área temática da “Conservação dos Bens Culturais”, constante na linha de investigação de Estudo, Conservação e Gestão do Património Cultural do Centro de Investigação em Ciências e Tecnologias das Artes (CITAR), da Universidade Católica Portuguesa – Centro Regional do Porto, tendo co-financiamento comunitário do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) e do Programa ON. 2 – O Novo Norte – Eixo Prioritário III – Valorização e Qualificação Ambiental e Territorial, Domínio Património Cultural.

 

O projecto visa a investigação em aspectos da história de arte, complementada com exames técnicos e científicos, a um conjunto seleccionado e representativo de obras. Os exames incluem a fotografia documental (no espectro visível e invisível), a radiografia, a reflectografia de infravermelho, a microscopia óptica, testes histoquímicos, testes micro químicos, espectrometria de fluorescência de raios X dispersiva em energia (EDXRF), cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC) e gasosa com espectrometria de massa (GC-MS) e a microscopia electrónica de varrimento com espectrometria de energia dispersiva de raios X (SEM-EDX).

 

publicado por mhp às 23:21
link do post | comentar | favorito

Curso de Mediadores Culturais - 3ª e 4ª Edições

Duração: 44 horas. Sempre aos sábados das 9h às 18h com intervalo para almoço.


Propinas: 400 euros, com IVA incluído (facilidade de pagamento por tranches 200€ + 200€ de acordo com datas a definir).

 

Local de formação

Museu de Cerâmica de Sacavém, em Lisboa
Museu Romântico da Quinta da Macieirinha, no Porto (a confirmar)

 

Programa do Curso de Mediadores Culturais

 

Para mais informações, por favor contactar:

Ana Fernambuco ana.fernambuco@mapadasideias.pt

963983859

Mapa das Ideias correio@mapadasideias.pt

publicado por mhp às 23:19
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 7 de Fevereiro de 2011

Recursos Didácticos on-line disponibilizados por Museus Espanhóis

Alguns Museus espanhóis disponibilizam online diversos recursos didácticos destinados aos seus públicos.

Poderá consultá-los em :

 

Visualizar Recursos Didácticos Descargables v5.

 

Descargar Recursos Didacticos Descargables v5

 

Museus Aderentes (com hiperligação):

 

Museos de Aragón

 

Museo Arqueológico de Cataluña

 

Museo Arqueológico de Lorca

 

Museo de Arte Contemporáneo Esteban Vicente

 

Museo de Bellas Artes de la Coruña

 

Museo Extremeño e Iberoamericano de Arte Contemporáneo

 

Museo de la Ciencia y el Agua de Murcia

 

Museo de Ciencias Principia de Málaga

 

Museo de Ciencias de Valladolid

 

Museo de Historia de Cataluña

 

Museo de Reproducciones Artísticas de Bilbao

 

Museu del Raiers

 

Museu de les Trementinaires

 

publicado por mhp às 19:24
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 3 de Fevereiro de 2011

17 viagens ao mundo virtual da Arte

“Art Project” é o nome do mais recente projecto da Google. Trata-se de uma parceria inédita com 17 museus de arte espalhados um pouco por todo o mundo, de onde se destacam o Reina Sofia, em Madrid, o Museum of Modern Art (MoMa) em Nova Iorque, ou o Museu Van Gogh, em Amesterdão.


Para além das obras de arte, o “Art Project” disponibiliza ainda visitas virtuais a todos os 17 museus através da tecnologia Street View e permite aos utilizadores a criação das suas próprias colecções privadas, que poderão partilhar com amigos ou familiares.

 

Para efecturar essa "viagem", deixo-vos o respectivo link:


http://www.googleartproject.com/

 

Boas Viagens!!!

publicado por mhp às 15:00
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 31 de Janeiro de 2011

Exposição "LOCI IACOBI - Lugares de Santiago, Lieux de St Jacques"

publicado por mhp às 23:10
link do post | comentar | favorito

Tese de Mestrado: "Análise do "Arquivo Histórico" do Museu Nacional de Soares dos Reis: percursos narrativos"

Tese de Mestrado em História e Património (FLUP - 2009) intitulada "Análise do "Arquivo Histórico" do Museu Nacional de Soares dos Reis : percursos narrativos" de Joana Judite Gonçalves da Silva

 

Deixo-vos em seguida os links e um resumo da tese redigido pela autora.

 

Links:

http://aleph.letras.up.pt/exlibris/aleph/a18_1/apache_media/YJXGM49762UNJ83GDYN9G5MQBJAKKH.pdf

 

http://aleph.letras.up.pt/exlibris/aleph/a18_1/apache_media/F8NFX1MGJHCVPCDMC5S2MB9CSLXDQC.pdf

 

Resumo:

"Este estudo procura demonstrar a importância da arquivística na organização da informação contida numa instituição como o Museu Nacional de Soares dos Reis.  Para tal estudo se concretizar, foi necessária uma pormenorizada abordagem à contextualização da instituição, desde a sua inauguração em 1833, procurando clarificar a natureza e a origem da informação e os seus produtores.  Depois, efectuamos um recenseamento dos documentos do arquivo, dividindo-os em dois fundos, o do Museu Municipal do Porto e o do Museu Nacional de Soares dos Reis. Posto isto, recorremos á aplicação das ISAD(G) na descrição intelectual de ambos os fundos, e efectuado um quadro de classificação. Enquanto decorreu esta fase, foi realizado um levantamento sobre as condições e necessidades de conservação e preservação do arquivo.  Tendo em conta o repto – percursos narrativos - foi realizado também um estudo de caso sobre o legado de Cristiano Augusto da Silva, em que procuramos demonstrar a dinâmica que o arquivo pode trazer a uma instituição tão grandiosa  como o Museu Nacional de Soares dos Reis e a sua importância para fins de  investigação e de aplicação pedagógica".

publicado por mhp às 16:13
link do post | comentar | favorito

Tese de Mestrado: "Exposições: formas de comunicar e educar em Museus"

Tese de Mestrado em História e Património (FLUP - 2009) intitulada "Exposições: formas de comunicar e educar em Museus" de Helena Isabel Almeida Vieira.

 

Deixo-vos em seguida o link e um resumo da tese redigido pela autora.

 

Link:

http://aleph.letras.up.pt/exlibris/aleph/a18_1/apache_media/QATST7L9B18RSGLB6XTKQX8KIL4LQ5.pdf

 

Resumo:

As exposições são excelentes meios de comunicação e educação em museus. O presente relatório de estágio, elaborado no âmbito do Mestrado em História e Património, pretende mostrar a realidades das exposições em contexto museológico. Partindo de uma contextualização teórica sobre as exposições como meios de mediação cultural, avançou-se para um exemplo prático referente ao planeamento, desenvolvimento e concepção da exposição “1969: 21 de Julho – Evocações portuenses a propósito da chegada do Homem à Lua”. Neste contexto são apresentadas também um conjunto  de propostas de valorização para esta exposição, de acordo com os diversos públicos-alvo da mesma, culminando com uma reflexão sobre a importância e as implicações da avaliação neste tipo de eventos culturais".

publicado por mhp às 15:59
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 24 de Janeiro de 2011

"O culto da Arte" de Ramalho Ortigão

"O culto da Arte", escrito por Ramalho Ortigão no final do século XIX, é um excelente livro para se entender o conceito de património, monumentos, museus nesse período. De uma escrita fluida, critica e problematizante, é de leitura obrigatória para quem se debruça sobre as temáticas patrimoniais, e não só.

 

Podem fazer o download na Biblioteca Digital da Biblioteca Nacional, através do seguinte link: http://purl.pt/207

publicado por mhp às 18:31
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 21 de Janeiro de 2011

PportodosMuseus

O sítio que vos indico em baixo é de subscrição obrigatória. Ao subscreverem-no todos os dias receberão informações sobre diversas àreas ligadas à Cultura, especialmente à área patrimonial.

 

Deixo-vos o link e um resumo do sítio.

 

http://www.pportodosmuseus.pt/

 

 

O PportodosMuseus surgiu em Janeiro de 2007, registando, até agora, cerca de 5 700 posts e mais de 400 mil acessos para além dos acessos não contabilizados via feeds, nomeadamente dos mais de 1 000  subscritores registados. Está presente nas principais redes sociais como o Facebook, Twitter, etc..

Desenvolveu-se enquanto uma plataforma de difusão de informação no âmbito do Património Cultural, dispondo de numerosos colaboradores que nos fazem chegar muita da informação disponibilizada.

Fruto de uma acção sistemática de registo de informação, mantemos uma base de dados de contactos ( cerca de 17 000 ) de carácter individual e institucional no sector da cultura e das indústrias criativas: museus, instituições de ensino. arquivos, bibliotecas, artes performativas, empresas com actividade neste sector, arqueologia, eventos e turismo, associações, autarquias, associações de desenvolvimento, etc. etc..

Neste contexto, o PportodosMuseus tem por objectivos:

- contribuir para a divulgação do Património Cultural;

- contribuir para a divulgação de iniciativas, nacionais e internacionais, no domínio do Património Cultural;

- constituir uma veículo privilegiado de comunicação entre as empresas promotoras de serviços no domínio da Cultura e os diferentes agentes culturais .

publicado por mhp às 17:19
link do post | comentar | favorito

.Informações sobre o MHP

.pesquisar

 

.Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links

.arquivos

. Abril 2012

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

.posts recentes

. Sidónio Pais vai ter Muse...

. Museos.es – uma edição do...

. Museu Virtual do Porto de...

. Revista “Amigos de los Mu...

. Exposição: Dois Séculos: ...

. Exposição “Romanitas – a ...

. III SEMINÁRIO DE INVESTIG...

. O imbróglio dos Museus Na...

. III Encuentro latinoameri...

. Seminário: "Redes de Muse...

. Exposição de Olaria – Séc...

. Breves Notícias

. Protocolo FCT/IMC

. Curso de formação na área...

. IMC quer reduzir entradas...

. Conferência “Museologia, ...

. Ciclo de iniciativas “Fra...

. Nove museus passam para a...

. Câmara do Porto tenta pôr...

. Conferência: "Património ...

. Museu da Baleia

. Boletim nº 38 de "Museus ...

. IX Jornadas do ICOM Portu...

. III Seminário de Museolog...

. Site: ICOM - Portugal

. Materiais e Técnicas de P...

. Curso de Mediadores Cultu...

. Recursos Didácticos on-li...

. 17 viagens ao mundo virtu...

. Exposição "LOCI IACOBI - ...

. Tese de Mestrado: "Anális...

. Tese de Mestrado: "Exposi...

. "O culto da Arte" de Rama...

. PportodosMuseus

.Últimos Comentários

Bom dia,O link está com um problema, que não permi...
Joana,O novo site ainda está em construção, mas o ...
Boa noiteGostaria de saber qual o novo endereço do...
Boa entrada, Paulo. Esta iniciativa seria um óptim...

.tags

. todas as tags