Sexta-feira, 3 de Junho de 2011

“Espólio artístico das Misericórdias é de carácter civil” – conclusão no âmbito do inventário realizado pela União das Misericórdias Portuguesas

O espólio artístico das Misericórdias portuguesas é maioritariamente civil. A conclusão surge no âmbito do inventário realizado pela União das Misericórdias Portuguesas (UMP). Apenas 35 por cento das peças são de carácter religioso, afirmou um dos responsáveis pelo Gabinete do Património Cultural da UMP, Miguel Loureiro. Este e outros números foram apresentados em Guimarães, na segunda edição do Dia do Património das Misericórdias, a 6 de Maio.


Até ao momento, afirmou Miguel Loureiro, cerca de 25 por cento das Misericórdias já foram inventariadas, mas o objectivo é levar o projecto a todas. Contudo, destacou, “o inventário não é algo que se esgota em si mesmo”. Sendo uma medida fundamenta, não é suficiente, visto que o património cultural deve ser divulgado, estudado e potenciado.


E em jeito de estudo, os números do inventário até agora realizado permite vislumbrar as principais características do espólio das Santas Casas. Apenas 35 por cento das peças têm a ver com arte sacra, relata aquele responsável, destacando também que pintura, mobiliário e escultura são os registos mais frequentes, cerca de 56 por cento do total de peças.


Outro dado interessante está relacionado com equipamento hospitalar. No Norte, ao fim do inventário de 28 Santas Casas, foram encontradas apenas 21 peças. No Alentejo, onde as Misericórdias começaram recentemente a ser inventariadas, já há conhecimento de mais de mil peças.

 

Fonte: União das Misericórdias Portuguesas

publicado por mhp às 20:16
link do post | comentar | favorito

Nova versão de Ficha de Sítio/trabalho Arqueológico

Encontra-se disponível uma nova versão da Ficha de Sítio/Trabalho Arqueológico que já pode ser preenchida e impressa.


Para guardar é necessário um software que permita criar documentos em PDF. 

 

Para o preenchimento da Ficha recomenda-se a consulta das respectivas instruções.

 

Fonte: IGESPAR

publicado por mhp às 20:14
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 30 de Maio de 2011

“Espólio artístico das Misericórdias é de carácter civil” – conclusão no âmbito do inventário realizado pela União das Misericórdias Portuguesas

O espólio artístico das Misericórdias portuguesas é maioritariamente civil. A conclusão surge no âmbito do inventário realizado pela União das Misericórdias Portuguesas (UMP). Apenas 35 por cento das peças são de carácter religioso, afirmou um dos responsáveis pelo Gabinete do Património Cultural da UMP, Miguel Loureiro. Este e outros números foram apresentados em Guimarães, na segunda edição do Dia do Património das Misericórdias, a 6 de Maio.


Até ao momento, afirmou Miguel Loureiro, cerca de 25 por cento das Misericórdias já foram inventariadas, mas o objectivo é levar o projecto a todas. Contudo, destacou, “o inventário não é algo que se esgota em si mesmo”. Sendo uma medida fundamenta, não é suficiente, visto que o património cultural deve ser divulgado, estudado e potenciado.


E em jeito de estudo, os números do inventário até agora realizado permite vislumbrar as principais características do espólio das Santas Casas. Apenas 35 por cento das peças têm a ver com arte sacra, relata aquele responsável, destacando também que pintura, mobiliário e escultura são os registos mais frequentes, cerca de 56 por cento do total de peças.


Outro dado interessante está relacionado com equipamento hospitalar. No Norte, ao fim do inventário de 28 Santas Casas, foram encontradas apenas 21 peças. No Alentejo, onde as Misericórdias começaram recentemente a ser inventariadas, já há conhecimento de mais de mil peças.

 

Fonte: União das Misericórdias Portuguesas

publicado por mhp às 23:15
link do post | comentar | favorito

Portal sobre o Património Imaterial lançado dia 1 de Junho

O portal Matriz Património Cultural Imaterial (PCI), um sistema de informação que vai reunir informação inédita do país sobre esta área, estará online a partir de quarta-feira, quando for apresentado num seminário, em Lisboa.

 

O seminário "MATRIZ: Novas Perspectivas para o Inventário, Gestão e Divulgação do Património Móvel e Imaterial", organizado pelo Instituto dos Museus e da Conservação (IMC) e pela BOND - Building on Network Dynamics, vai decorrer nesse dia no Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA).

Contactado pela agência Lusa, Paulo Ferreira Costa, director do Departamento do Património Imaterial do IMC, revelou que o Matriz PCI vai ser um dos três instrumentos que o organismo apresentará publicamente na quarta-feira.

 

"Trata-se de um novo portal onde as entidades detentoras de manifestações do património cultural imaterial podem aceder e introduzir de forma a serem inventariadas", indicou o responsável, acrescentando que a criação deste instrumento representa o cumprimento, por Portugal, da convenção da UNESCO sobre esta área.

 

A convenção da UNESCO sobre esta matéria foi criada em 2003, entrou em vigor em Portugal em 2008, e no ano seguinte criou um quadro jurídico de salvaguarda de Património Cultural Imaterial.

 

Paulo Ferreira Costa indicou que a criação deste portal, que servirá para a criação de um inventário sobre o património imaterial do país, "é a condição para a futura apresentação de candidaturas de património imaterial por Portugal" à UNESCO.

 

O fado é a primeira expressão de património imaterial que Portugal apresentou oficialmente à Lista Representativa do Património Cultural Imaterial da Humanidade da UNESCO, com avaliação prevista para Novembro deste ano, em reuniões que vão decorrer em Bali, na Indonésia.

Além desta, está em preparação a candidatura da dieta mediterrânica, recordou.

 

Metade dos museus do país possui já no seu acervo fundos documentais na área do património imaterial, como fotografias, filmes e som, segundo os dados preliminares de um inquérito nacional realizado em 2010 por este departamento do IMC.

 

O director do departamento adiantou ainda que o portal Matriz PCI vai conter, traduzida pela primeira vez para português, toda a informação sobre as mais de 200 expressões de património imaterial mundial já classificadas pela UNESCO.

 

"Essa informação já constava no site da UNESCO, mas nas línguas oficiais, não em português", comentou.

 

No seminário serão também apresentados outros dois instrumentos: a nova versão 3.0 do Matriz, sistema de informação integrado para inventário, gestão e divulgação de património, cultural móvel, imóvel e imaterial, e uma nova versão do MatrizNet, o catálogo online dos museus e palácios do IMC.

Estas ferramentas desenvolvidas pelo IMC "fazem parte de um grande projecto estruturante para os museus do país", sublinhou o responsável, lembrando que o projecto Matriz, como software, foi criado em 1994, e já teve várias evoluções.

 

No quadro da internacionalização do projecto Matriz, e através de parcerias com a entidade homónima do IMC no Brasil (o Instituto Brasileiro dos Museus) e noutros países de língua portuguesa, está ainda em construção um projecto de recolha para inventariação online do património cultural do mundo lusófono.

 

FONTE: JN de 30/05/2011

publicado por mhp às 23:11
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 3 de Maio de 2011

Parque Natural inventaria património rural da Madeira

O Parque Natural está a fazer o levantamento do Património Rural no Parque Natural da Madeira, no Norte e a Oeste da Ilha da Madeira. O projecto consiste no levantamento e divulgação do património rural existente no Parque Natural da Madeira, nos concelhos de Santana, São Vicente, Porto Moniz, Calheta, Ponta do Sol e Ribeira Brava.

 

Fonte: Jornal da Madeira

publicado por mhp às 00:23
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 7 de Abril de 2011

Universidade da Beira Interior integra projecto de levantamento do património

A Beira Interior vai ter um levantamento rigoroso do património existente em 23 concelhos, com vista à sua promoção e requalificação, anunciou  António Pedro Pita, diretor regional de Cultura do Centro.


Aquele responsável falava na Covilhã na assinatura de um protocolo entre as autarquias, a direção regional e a Universidade da Beira Interior para realização do Plano Estratégico para o Património da Beira Interior.


O plano servirá para “passar à ação, porque a identificação do património e das carências está feita, mas não há uma estratégia global de intervenção: passámos tempo demais com intervenções casuísticas”, realçou.

publicado por mhp às 19:39
link do post | comentar | favorito
Sábado, 26 de Março de 2011

Inventário do Património: Lançamento de Novas Publicações do Instituto dos Museus e da Conservação (IMC)

 

 

Dando continuidade à publicação sistemática de cadernos de Normas de Inventário, iniciada em 1999, o IMC acaba de lançar três novos títulos desta coleção: Ciência e Técnica (Normas Gerais)Ourivesaria e Instrumentos Musicais.


O volume dedicado à Ciência e Técnica resulta de uma parceria estabelecida entre o IMC e o Instituto de Investigação Científica Tropical, assumindo-se como o primeiro normativo e difusor de boas práticas na área do inventário e da documentação de coleções museológicas externas à realidade dos museus e palácios nacionais do Ministério da Cultura. Esta abertura a diferentes áreas disciplinares tem igualmente correspondência na recente versão 3.0 doPrograma MATRIZ, ampliado para as coleções científico-tecnológicas e de História Natural.


Ourivesaria e Instrumentos Musicais são mais dois títulos específicos para inventariação de coleções artísticas, o primeiro elaborado conjuntamente pelo Palácio Nacional da Ajuda-Museu e pelo Museu Nacional de Machado de Castro, com a colaboração do gemólogo Rui Galopim de Carvalho, e o segundo da responsabilidade do Museu da Música.


Estas publicações poderão ser encontradas à venda nas lojas dos museus e palácios nacionais, bem como na Loja dos Museus, sita na Praça dos Restauradores, em Lisboa.

 

 

publicado por mhp às 10:35
link do post | comentar | favorito

.Informações sobre o MHP

.pesquisar

 

.Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links

.arquivos

. Abril 2012

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

.posts recentes

. “Espólio artístico das Mi...

. Nova versão de Ficha de S...

. “Espólio artístico das Mi...

. Portal sobre o Património...

. Parque Natural inventaria...

. Universidade da Beira Int...

. Inventário do Património:...

.Últimos Comentários

Bom dia,O link está com um problema, que não permi...
Joana,O novo site ainda está em construção, mas o ...
Boa noiteGostaria de saber qual o novo endereço do...
Boa entrada, Paulo. Esta iniciativa seria um óptim...

.tags

. todas as tags