Quarta-feira, 2 de Fevereiro de 2011

Património Imaterial do centro histórico do Porto dinamizado com dois milhões de euros nos próximos dois anos

A empresa municipal Porto Lazer começou hoje a procurar projetos de cultura e inovação no centro histórico para, nos próximos dois anos, investir dois milhões de euros no “património imaterial” daquela zona, anunciou o vereador Vladimiro Feliz.

O responsável pelo Turismo, Inovação e Lazer da Câmara do Porto falava durante a apresentação do “Porto 2.0”, um programa que prevê um investimento “de quase dois milhões de euros” cofinanciados em 70 por cento pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

O programa “não funcionará numa lógica de candidaturas”, alertou o vereador, explicando que “haverá uma equipa destacada” para encontrar projetos.

“Será um trabalho de boca a boca, nas ruas, para conhecer a realidade do centro histórico. Interessa ir às pessoas, às associações, e chamá-las para trabalhar connosco”, frisou.

Centro histórico mais criativo

A ideia é criar “um processo de prospeção e proximidade com as várias comunidades existentes no centro histórico, de olhar para os vários ativos existentes e criar um efeito alavanca”. O vereador esclareceu que o “Porto 2.0” será um “projeto muito transversal”, destinado à “criatividade e criação de novas soluções”.

Vladimiro Feliz apontou a hipótese de “um restaurante ou bar ser complementado com a performance de um artista” e de “um músico a trabalhar com um cozinheiro”. Pretende-se que o projeto se transforme na “maior ação integrada de cultura e inovação com impacto sustentado no desenvolvimento regional do Norte de Portugal”.

A intenção é que se façam “diagnósticos”, descubram “participantes”, concretizem “parcerias”, concebam “intervenções” e programem ações. A produção criativa que resultar “não será nem de vanguarda nem tradicional”, mas sim “o que a comunidade criativa, envolvendo as populações, conseguir desenhar”.

O objetivo é, também, dinamizar o turismo e economia, porque “todas as ações que vierem a ser realizadas terão sempre uma componente de financiamento privado”, podendo “triplicar o valor inicial” do investimento.

Parceiros culturais

O Balleteatro, a ESAP – Cooperativa de Ensino Superior Artístico do Porto, a ESMAE – Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo, a Fábrica Social – Fundação José Rodrigues, as Faculdades de Arquitetura e de Belas Artes da Universidade do Porto, o FITEI – Festival Internacional de Teatro de Expressão Ibérica e o Maus Hábitos são alguns dos parceiros do projeto.

Em “desenvolvimento” estão parcerias com outras entidades, como a Addict – Agência para o Desenvolvimento das Indústrias Criativas, a Casa da Música, o Plano B, a Universidade do Porto e juntas de freguesia. O “Porto 2.0” candidatou-se em 2009 ao “Sistema de Apoio ao Cluster de Indústrias Criativas” promovido pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Região Norte, na categoria “Grandes Eventos”.

A candidatura aprovada em 2010 prevê que a Porto Lazer comparticipe o investimento em 30 por cento mas, de acordo com Vladimiro Feliz, “está em avaliação” a possibilidade de passar para 20 por cento, em nome “da boa gestão dos dinheiros públicos”.

LUSA

publicado por mhp às 18:13
link do post | comentar | favorito

.Informações sobre o MHP

.pesquisar

 

.Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links

.arquivos

. Abril 2012

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

.posts recentes

. NOVO ENDEREÇO DESTE BLOGU...

. Mudança de imagem e ender...

. Sidónio Pais vai ter Muse...

. Conferência Internacional...

. Jornadas Europeias do Pat...

. A Câmara do Porto quer co...

. Catálogo on-line da expos...

. Boletins Culturais de Vil...

. Elevador de Santa Justa c...

. Jornadas Europeias do Pat...

. Descobertos nos Açores pr...

. Braga: Turel ganha espaço...

. Biblioteca Nacional tem c...

. ON.2 promove rede de coop...

. Apresentação da Revista P...

. Museos.es – uma edição do...

. Santana classificada pela...

. Lançamento do livro “Alga...

. Produtos Artesanais – Doc...

. Criado “Roteiro” para pro...

. ...

. Biblioteca Britânica e Go...

. Museu Virtual do Porto de...

. Revista “Amigos de los Mu...

. FAUP lança Curso de Estud...

. Encontro Iberoamericano s...

. Curso livre sobre Arqueol...

. ARQUIVO SECRETO DO VATICA...

. Projecto “Às terças na sa...

. Exposição “Brinquedos Por...

. FAUP lança Curso de Estud...

. Classificação de Imóveis ...

. Lançamento do livro «Rece...

. Túmulo nos Jerónimos pode...

. Exposição “Arqueologia do...

. Seminário “O AMbiente Dig...

. “Casa Portuguesa” vai sur...

. Ruínas romanas de Tróia r...

. Recuperação do Teatro do ...

. Orientações para a Descri...

. Curso de Versão: "FILMMAK...

. Site do Secretariado Naci...

. “Espólio artístico das Mi...

. Nova versão de Ficha de S...

. Seminário “Os Arquivos co...

. IGESPAR prevê lançar conc...

. Ministros da Cultura acor...

. 3º Festival Internacional...

. Dia Internacional dos Arq...

. Instituto Andaluz do Patr...

.Últimos Comentários

Bom dia,O link está com um problema, que não permi...
Joana,O novo site ainda está em construção, mas o ...
Boa noiteGostaria de saber qual o novo endereço do...
Boa entrada, Paulo. Esta iniciativa seria um óptim...

.tags

. todas as tags