Sexta-feira, 3 de Junho de 2011

“Espólio artístico das Misericórdias é de carácter civil” – conclusão no âmbito do inventário realizado pela União das Misericórdias Portuguesas

O espólio artístico das Misericórdias portuguesas é maioritariamente civil. A conclusão surge no âmbito do inventário realizado pela União das Misericórdias Portuguesas (UMP). Apenas 35 por cento das peças são de carácter religioso, afirmou um dos responsáveis pelo Gabinete do Património Cultural da UMP, Miguel Loureiro. Este e outros números foram apresentados em Guimarães, na segunda edição do Dia do Património das Misericórdias, a 6 de Maio.


Até ao momento, afirmou Miguel Loureiro, cerca de 25 por cento das Misericórdias já foram inventariadas, mas o objectivo é levar o projecto a todas. Contudo, destacou, “o inventário não é algo que se esgota em si mesmo”. Sendo uma medida fundamenta, não é suficiente, visto que o património cultural deve ser divulgado, estudado e potenciado.


E em jeito de estudo, os números do inventário até agora realizado permite vislumbrar as principais características do espólio das Santas Casas. Apenas 35 por cento das peças têm a ver com arte sacra, relata aquele responsável, destacando também que pintura, mobiliário e escultura são os registos mais frequentes, cerca de 56 por cento do total de peças.


Outro dado interessante está relacionado com equipamento hospitalar. No Norte, ao fim do inventário de 28 Santas Casas, foram encontradas apenas 21 peças. No Alentejo, onde as Misericórdias começaram recentemente a ser inventariadas, já há conhecimento de mais de mil peças.

 

Fonte: União das Misericórdias Portuguesas

publicado por mhp às 20:16
link do post | comentar | favorito

.Informações sobre o MHP

.pesquisar

 

.Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links

.arquivos

. Abril 2012

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

.posts recentes

. NOVO ENDEREÇO DESTE BLOGU...

. Mudança de imagem e ender...

. Sidónio Pais vai ter Muse...

. Conferência Internacional...

. Jornadas Europeias do Pat...

. A Câmara do Porto quer co...

. Catálogo on-line da expos...

. Boletins Culturais de Vil...

. Elevador de Santa Justa c...

. Jornadas Europeias do Pat...

. Descobertos nos Açores pr...

. Braga: Turel ganha espaço...

. Biblioteca Nacional tem c...

. ON.2 promove rede de coop...

. Apresentação da Revista P...

. Museos.es – uma edição do...

. Santana classificada pela...

. Lançamento do livro “Alga...

. Produtos Artesanais – Doc...

. Criado “Roteiro” para pro...

. ...

. Biblioteca Britânica e Go...

. Museu Virtual do Porto de...

. Revista “Amigos de los Mu...

. FAUP lança Curso de Estud...

. Encontro Iberoamericano s...

. Curso livre sobre Arqueol...

. ARQUIVO SECRETO DO VATICA...

. Projecto “Às terças na sa...

. Exposição “Brinquedos Por...

. FAUP lança Curso de Estud...

. Classificação de Imóveis ...

. Lançamento do livro «Rece...

. Túmulo nos Jerónimos pode...

. Exposição “Arqueologia do...

. Seminário “O AMbiente Dig...

. “Casa Portuguesa” vai sur...

. Ruínas romanas de Tróia r...

. Recuperação do Teatro do ...

. Orientações para a Descri...

. Curso de Versão: "FILMMAK...

. Site do Secretariado Naci...

. “Espólio artístico das Mi...

. Nova versão de Ficha de S...

. Seminário “Os Arquivos co...

. IGESPAR prevê lançar conc...

. Ministros da Cultura acor...

. 3º Festival Internacional...

. Dia Internacional dos Arq...

. Instituto Andaluz do Patr...

.Últimos Comentários

Bom dia,O link está com um problema, que não permi...
Joana,O novo site ainda está em construção, mas o ...
Boa noiteGostaria de saber qual o novo endereço do...
Boa entrada, Paulo. Esta iniciativa seria um óptim...

.tags

. todas as tags